30 dezembro 2010

Murmúrio

Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.

Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.

Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
- Vê que nem te digo esperança!
- Vê que nem sequer sonho amor!

Cecília Meireles

4 comentários:

Gaivota Maria disse...

Como eu te compreendo. Bom ano

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
Estou nostálgica como é costume nas passagens de ano. Se 365 vezes por ano nós chegamos à meia-noite e mudamos para o dia seguinte, por que raio no dia 31 de Dezembro temos de comemorar. É uma estupidez que me irrita.
Tu estás "no ir", não?

Beijo

Anónimo disse...

Eu tenho que comemorar,porque gosto muito de mim-pudera faço anos!!!!

um beijo e esperança

M.CONCEIÇÃO

Graça Pimentel disse...

M Conceição
Parabéns atrasados.
Esperança é mesmo o que nos resta...

Um beijo