31 maio 2012

Tortas de Guimarães

Sirvam-se...
 ... este é para mim.
Até custa dar uma dentada numa obra prima como esta, mas vale a pena. Depois deliciem-se e esqueçam a balança e a fita métrica.

30 maio 2012

Centro Cultural Vila Flor

Em concerto com o seu Traffic Quintet, Alexandre Desplat propôs uma viagem pelas suas composições e também pelas memórias do cinema francês. O espectáculo, com música e projecção de imagens belíssimas relacionadas com os filmes, tornou ainda mais belo o Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães. Foi um serão de sábado que deixou a alma cheia de beleza e arte.
Compositor da banda sonora de alguns dos filmes mais notados da última década como "Nos meus lábios", "De tanto bater o meu coração parou", "A rainha", "O estranho caso de Benjamin Button", "O discurso do rei", "A árvore da vida", entre outros, Alexandre Desplat é um caso extraordinário de versatilidade criativa e também de fulgurante ascensão no panorama internacional do cinema.

E se de repente...

... se visse rodeado de girafas num jardim público?!

A companhia catalã de teatro xirriquiteula esteve no sábado em Guimarães com as suas girafas.
Um espectáculo a que valeu a pena ter assistido.

28 maio 2012

Teatro na rua


E se, de repente, parasse num semáforo e se sentisse numa paragem na box durante uma corrida de Fórmula I? 

"De repente, a rua transforma-se numa box de Fórmula 1 de um qualquer autódromo imaginado. Num sinal vermelho, os 'mecânicos-actores' aproximam-se do carro mais a jeito e fazem o seu trabalho com eficácia e rapidez.

A companhia gosta de surpreender os transeuntes no seu quotidiano, no espaço público que percorrem diariamente sem sobressaltos, ou seja, na rua. Querem aproveitar as múltiplas possibilidades que oferece o “grande cenário do teatro urbano, transformando-o num espaço menos anónimo, menos cinzento, mais divertido”.
Nesta corrida feita com muito humor, a companhia espanhola utiliza todas as potencialidades da cidade: automóveis, carrinhos de bebé, bicicletas, cadeiras de rodas e mesmo peões. O factor surpresa, aliado ao absurdo e à simplicidade, torna o espectáculo inesperado."

Obrigada à companhia espanhola kinoa pelos momentos deliciosos que me proporcinou no sábado em Guimarães.

24 maio 2012

O melhor amigo do Homem

Este não fica caro em alimentação, não vai ao veterinário, não precisa de sair à rua para as suas necessidades, não ladra,... enfim... montes de vantagens. Ainda por cima é bonito e está muito bem enquadrado.

23 maio 2012

São rosas, Senhor! São rosas.

 
"A rosa
É formosa;
Bem sei.
Por que lhe chamam – flor
De amor,
Não sei.
                        ..."

                   Almeida Garrett

16 maio 2012

10 maio 2012

Allatantou


 No dia 5 de Maio, a Allatantou actuou na estação do Metro do Bolhão. Uma amostra do muito que a Allatantou faz. parabéns a todos! Parabéns Joana!

Seiva Trupe

Cheguei há pouco do Teatro do Campo Alegre. Fui ver a peça "Adivinhe quem vem para rezar". Uma peça excelente com interpretações, a que o Seiva Trupe nos habituou, de António Reis e Jorge Loureiro. Uma peça a não perder. Adorei.
A sala, que é pequena, estava com meia dúzia de pessoas e os bilhetes custam 10,00 € e ainda se arranjam na internet a metade do preço.
À saída entregaram-me o papel que aqui está. Mesmo sem este papel eu recomendaria este espactáculo. Assim, faço-o com tristeza! Ao que chegou a cultura em Portugal! Têm que ser as Companhias a mendigar audiência!
Fiquei a pensar se valerá a pena subsidiar a cultura num país onde o povo não a quer...

08 maio 2012

A minha infância

Esta palmeira acompanhou-me durante a infância. Já na altura era tão grande que se impunha à minha pequenez.
Nesta casa, do meu avô paterno, passei momentos deliciosos que, apesar de muito longínquos,ninguém mos tira.

07 maio 2012

Momentos captados

Acho esta fotografia linda! Os meus pais, as quatro filhas já nascidas e o meu avô paterno, o avô de Fermentelos para não confundir com o da Silvã.
A minha irmã que aqui era a mais pequenina nasceu em Dezembro de 1951, pelo que esta fotografia deve ter sido tirada em 1952.
Nesses tempos ia-se ao fotógrafo tirar as fotografias que depois eram distribuidas pela família. Todos temos fotografias sépia nossas, dos irmãos, dos primos, dos avós, dos tios,...
Hoje vão a cores pelo telemóvel ou por mail. Também serve mas o suporte papel faz falta.

06 maio 2012

Mãe

Esta flor é para as mães que as minhas filhas são.

Mãe é...

É a primeira a sentir
O pulsar do nosso coração…
Mãe é vida…
Oferece-nos o seu bem
Mais precioso…
Mãe é dádiva.

Dá-nos sempre
O amor mais grandioso que há…
Mãe é amor…
Antes de se deitar
Aconchega-nos a roupa…
Mãe é calor.

Tem sempre aberto
Um colo protector…
Mãe é protecção…
Ensina-nos, ouve-nos,
Observa-nos, perdoa-nos…
Mãe é coração.

Ela está atenta, acompanha,
Aconselha…
Mãe é ternura…
Ela tem a palavra certa,
Quando a vida amarga…
Mãe é doçura.

Vive, como suas,
As nossas tristezas, as nossas dores…
Mãe é sofrimento…
Tem a porta do coração
Sempre aberta para nos acolher…
Mãe é acolhimento.

Quando a tristeza nos invade
Mostra-nos o seu sorriso…
Mãe é alegria…
Merece uma frase bonita
Uma quadra rimada…
Mãe é poesia.

GP

02 maio 2012

Flores campestres

Cada vez aprecio mais a simplicidade, a singeleza,...
Descompliquemos.