13 abril 2013

Mar da Foz

 Detesto ajuntamentos mas hoje fiz o que fizeram milhares de portugueses. Fui para a beira-mar.
Corremos vários bares de praia. Nem uma mesa livre e algumas só com uma pessoa. Devia ser proibido...
Acabámos sentados nuns degraus de pedra com este mar a rebentar aos nossos pés. Ali ficámos perdidos a ler o jornal, a olhar e a enchermos a alma de paz e os ouvidos de música. Soube-nos pela vida!

4 comentários:

Mona Lisa disse...

Precisava dessa paz!

Senti o cheirinho a mar!

Magníficas fotos!

Beijinhos.

Graça Pimentel disse...

Mona Lisa

Com tanta chuva eu só esperei por um sol para ir retemperar energias. Tanta chuva deprime-me. Isto foi um bálsamo.

beijinhos

Gaivota Maria disse...

Eu passei o dia a tentar recuperar um scanner que de velho já não tem controladores que o façam funcionar. estou uma fúria. nem saí de casa. Beijo aos dois

Graça Pimentel disse...

Que pena! Estava um sol de encher o coração. Hoje a voltinha foi por aqui mas para apanhar o sol de hoje.

Beijos