26 novembro 2008

Eu saio com os meus prémios

Finalmente chegou a aposentação. E, neste último dia, os alunos da turma com que tive aulas deixaram-me este prémio.

Vale a pena clicar para ler
Este, e outros prémios que tenho recebido ao longo dos anos, dão sentido a tudo o que tive que passar nestes últimos tempos. Não os trocava por nenhum prémio atribuído por esta Ministra. Estas preciosidades são-me atribuídas por aqueles para quem trabalhei. Aqueles a quem dediquei 36 anos da minha vida.
Obrigada a todos os jovens (alguns já bem adultos hoje) pelos bons momentos que eu vivi enquanto professora de Física e Química.

A todos deixo o poema que hoje ofereci a cada um dos alunos do 8º E

Jovem

Conserva
Anos-luz de idealismo
Dentro de ti.
Pensa mesmo
Que o mundo tem conserto
Que tudo vai dar certo.
Uma mole de irreverência
Responsável... controlada...
Com prudência...
Uns milímetros de contestação
Justificada… discutida
Com argumentação...
Muitos volts de alegria de viver
Segundo a segundo
Toda a vida... todo o ser...
Toneladas de amor
De capacidade para amar
Os outros, as coisas, o saber...
Gigacoulombs de responsabilidade
De que te orgulhes...
De que todos, de ti, tenham vaidade...
Uns quilowatt.hora de humor
Que põem nos lábios um sorriso permanente
Um sorriso com luz, com cor...
Muitos cavalos-vapor de energia
Que te tornem capaz
De enfrentar o dia a dia com paz...
Muitos ohms de optimismo
Para encarares o mundo
Pelo lado bom, com positivismo...
Muitos newtons de honestidade
Com os outros, contigo, com a sociedade...
Uns miligramas de ambição
Comedida, com moderação.
Mais uns ampères de humildade,
E uns litros de frontalidade
Delicada...
Uns joules de coragem
Para dizer não a toda a solicitação
Que conduza a mau porto
A tua viagem...
E faz render a cem por cento
Os dons que possuis.
Não descures os valores destas grandezas.
Controla-os bem
E serás um exemplo
Para qualquer jovem.

Novembro, 2008

Deixo de ser professora, não deixo de ser amiga

8 comentários:

Gaivota Maria disse...

Parabéns é uma palavra que soa a falso quando a tua partida não foi desejada mas imposta peslas circunstâncias que sabemos. Agora que estás do meu lado vais ter saudades, vais recordar, vais continuar a revoltar-te, vais te alegrar com tudo quanto povoou o teu universo durante 36 anos. Prefiro dizer-te: Sê bem vinda. Traz contigo tudo o que ganhaste neste tempo e esquece o que perdeste. Não percas o teu sentido pedagógico. Reformula-o noutras coisas e noutras pessoas e sai de cabeça bem alta com o orgulho de teres cumprido mesmo quando to impediam. Um abraço enorme e muitas felicidades nesta tua nova profissão.

WOLKENGEDANKEN disse...

Parabens pela nova fase da vida. Em alemao nestas situacoes dizemos que se tem um olho a rir e o outro a chorar :))

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
Obrigada pelas tuas palavras. Efectivamente eu não acabei a minha carreira como queria, como sempre sonhei. Eu fugi. Fugi do descalabro a que este Governo levou a educação. Fugi das pedagogites baratas, das burocracias sem sentido, do eduquês inútil, da ignorância deste povo e destes pais, das injustiças, das arbitrariedades, do inferno que se vive nas escolas. Daqui por uns anos muita gente vai ver que a debandada, milhares de professores competentes a que estas políticas levou foi um erro irreparável. Aí vai ser tarde... Paciência. A dar com a cabeça também se aprende. Pena os alunos serem oa maiores prejudicados.
Quem viver verá... como diz a música.

beijinho e continuarei do lado de cá a lutar pela educação

Graça Pimentel disse...

wolkengedanken
É exactamente o que eu sinto. Uma libertação enorme, com um olho a rir, e a saudades dos momentos de prazer que a minha profissão me proporcionou até há uns anos.
Um dia destes escrevo com mais calma.

Beijinho deste país sem rumo

mdsol disse...

Beijos de partida e beijo de chegada!

:)

Graça Pimentel disse...

mdsol
Obrigada pelos beijos. Agora sou dona do meu tempo.
Temos que ir tomar outro café...

um Ar de disse...

A vida é assim...
Rosas para ti
- porque não voltas
Rosas para mim
- porque regresso
:)
[Beijo de
que te desejo
uma vida boa!]

Graça Pimentel disse...

um ar de...
As rosas têm muito valor quer na minha situação quer na tua.
São o reconhecimento reconfortante...

Beijinho