01 janeiro 2009

O Sonho

Pelo sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e ao que é do dia a dia.
Chegamos? Não chegamos?
Partimos. Vamos. Somos.

Sebastião da Gama


Porque hoje, o primeiro dia de 2009, alguém me falou de sonhos

8 comentários:

Gaivota Maria disse...

Que este sonho dure todo o ano para aguentarmos com o tsunami prometido. Um Bj

Tinta Azul disse...

Gosto muito deste poema.

E de ti também.

Vamos. Somos.

beijinhos
:)

mfc disse...

Toda a partida prenuncia uma chegada.

Que tenhas um muito grande 2009.

Graça Pimentel disse...

Gaivota
Bem precisamos de forças para enfrentar o tsunami que lá vem e que quase todos nos tentam esconder.

Beijinho

Graça Pimentel disse...

Claro que vamos, Tinta Azul, e claro que somos...

Beijoca

Graça Pimentel disse...

mfc
A partida já nós conhecemos. A chegada... vamos ver...
Oxalá seja um ano grande, apesar de ter menos um dia que 2008...

Tudo de bom

mdsol disse...

E que bom sonho!
beijinhos
:)

Graça Pimentel disse...

mdsol
Um sonho complicado para já. Passei o Natal com filhas, genros, netos, virus e bactérias...
Agora tenho cá o Lourenço porque a Teresa está com uma gripe enorme e tem o Paulo em Moçambique. Hoje à hora do almoço estava com um pouco de temperatura. Não sei se trouxe a gripe da mãe se é dos dentes. Um fim de semana sem contacto com o mundo...

Beijinho