14 fevereiro 2011

Da janela do meu quarto

S. Pedro mandou uma semana de sol, quase primavera, e a árvore que fica em frente à janela do meu quarto entendeu que tinha chegado a hora de florir. Vestiu o seu mais lindo vestido e no sábado estava maravilhosa. Na noite de sábado para domingo a chuvada imensa e vento deram cabo do vestido da minha árvore. Francamente, S. Pedro, isto não se faz!

6 comentários:

Gaivota Maria disse...

Ainda bem que o teu quarto não dá para o lado do burro ou cavalo ou lá que é. As minhas magnólias também estão ameaçadas.Beijinho

mfc disse...

E foi bem lindo enquanto durou.

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
O burrico, coitadinho, deve estar enregelado...

beijos

Graça Pimentel disse...

mfc
Tens razão. Eu só vi o copo meio vazio...

beijo

Clarice disse...

Que lindas lembranças você me trouxe, dos tempos que eu abria as janelas e perdia meus olhos em pereiras floridas, que também choravam suas flores quando ventava e chovia.
Abraço.

Graça Pimentel disse...

Clarice
Fico contente de ter trazido boas lembranças.

Um abraço