16 fevereiro 2015

A minha homenagem a Luisa Dacosta

Mar


Bebo-o a colherinhas de olhos 
na taça da manhã. 
E nem ele se esgota, 
nem eu me sacio.

2 comentários:

Mona Lisa disse...

Suave e tão verdadeiro!

Beijinhos.

Graça Pimentel disse...

Mona Lisa
Para conhecermos Luisa Dacosta no Clube de Leitura da Universidade Sénior Florbela Espanca, tive que andar a pesquisar. Foi quando descobri a poesia dela. Eu só conhecia prosa mas rendi-me à sua poesia: simples mas muito assertiva e verdadeira.

beijinho