24 março 2009

Lisboa Menina e Moça

"No castelo, ponho um cotovelo
Em Alfama, descanso o olhar
E assim desfaz-se o novelo
De azul e mar
À ribeira encosto a cabeça
A almofada, na cama do Tejo
Com lençóis bordados à pressa
Na cambraia de um beijo

Lisboa menina e moça, menina
Da luz que meus olhos vêem tão pura
Teus seios são as colinas, varina
Pregão que me traz à porta, ternura
Cidade a ponto cruz bordada
Toalha à beira mar estendida
Lisboa menina e moça, amada
Cidade mulher da minha vida

No terreiro eu passo por ti
Mas da graça eu vejo-te nua
Quando um pombo te olha, sorri
És mulher da rua
E no bairro mais alto do sonho
Ponho o fado que soube inventar
Aguardente de vida e medronho
Que me faz cantar

Lisboa menina e moça, menina
Da luz que meus olhos vêem tão pura
Teus seios são as colinas, varina
Pregão que me traz à porta, ternura
Cidade a ponto cruz bordada
Toalha à beira mar estendida
Lisboa menina e moça, amada
Cidade mulher da minha vida

Lisboa no meu amor, deitada
Cidade por minhas mãos despida
Lisboa menina e moça, amada
Cidade mulher da minha vida"

Amanhã de manhã vou até à capital. Para a semana cá estarei de novo.
Um bom fim de semana.

6 comentários:

mdsol disse...

Boa viagem e boa estadia! Diverte-te!
Beijinho

:))

Graça Pimentel disse...

mdsol
Obrigada e até breve.

beijinho amigo

heretico disse...

muito bem. Lisboa merece(-te)...

Graça Pimentel disse...

heretico
Mesma na hora de sair para o comboio, aqui fica um beijo de bom fim de semana.

Liaboa mere(-me)?1 Eu que mereço dar um giro...

Gaivota Maria disse...

Eu também gostava. Ainda estou um pouco com um pé no ar. Diverte-te

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
Foram um dias maravilhosos. A não esquecer...

Beijinho