24 janeiro 2008

António

(fotografia do jornal El País)
Adolfo Nicolás é o novo superior geral dos jesuitas. Muitos se juntaram na Igreja del Gesú, de Roma, onde Santo Inácio viveu os últimos anos da sus vida, para ouvir as primeiras palavras do homem eleito para guiar a maior ordem religiosa católica do século XXI. É com muito orgulho que eu vejo o meu sobrinho António ao lado do padre Adolfo Nicolás. Um beijo grande, António.

6 comentários:

Ka disse...

Graça,

Que engraçado...a cada post descubro mais um ponto em comum.
É por isso que nos damos bem :)

Eu tenho também uma ligação ao Jesuítas, aliás foram eles que me fizeram voltar a aproximar da greja depois de uns anitos afastada. Somos todas casada pelo Pde VAsco pinto Magalhães e a geração mais nova (filho e sobrinhos) é toda baptiada por ele também. Além disso o meu melhor amigo e padrinho de casamento é S.J.


A vida tem destas coisas :)

Beijinho grande

Ka disse...

Graça,

Só agora vi que estás doente :(

Precisas de alguma coisa? se precisares apita que dou aí um saltit dentro da minha disponibilidade :)

Beijinho e as melhoras

GP disse...

Que giro, ka
O Padre Vasco é a pessoa a quem recorro para as minhas conversas. O rapazinho que está ao pé do Padre Nicolás, é um dos filhos da minha irmã mais velha. Está a acabar o "curso" e daqui por um ano (+ou-) dará a sua primeira missa. Foi para Roma em Julho do ano passado para acabar o que lhe faltava, daí o estar na casa del Gesú onde foi a cerimónia. É um amor de rapaz e eu estou morta que venha porque me fazem falta as conversas com ele.
Um beijinho grande

GP disse...

Obrigada, ka
Já estou melhor mas foi uma faringite brava. Para quem só teve febre duas vezes na vida (já bem longa...) é desesperante. Hoje fui dar aulas ainda com um bocadito de febre mas, acho que não me fez mal. Amanhã lá estarei outra vez. Sou das parvas que trabalho doente para ninguém, absotutamente ninguém, ficar reconhecido. Não peço agradecimento mas reconhecimento. Acho que já não me curo de asna...

Beijoca

Teresa disse...

Conheço o António... muita coisa nos une :)
Um abraço de Luz
Te

GP disse...

Que giro, Teresa! O mundo é mesmo do tamanho de uma ervilha...
Donde conheces tu o meu sobrinho? É um doce de rapaz, bem como o irmão gémeo, e faz-me cá muita falta para falarmos das minhas dúvidas e inquietações. Roma é muito longe... Mas qualquer dia está aí, espero que de vez.

Um beijo amigo