14 setembro 2008

Hora da refeição

A pera, caída no chão já podre, ainda tem a sua utilidade.

6 comentários:

Anónimo disse...

Havia comida dessa na Casa dos Silvas? Olha do que me safei... Beijo e bom reencontro com a canalha. Gm

mfc disse...

O Lavoisier já o tinha dito (e bem!) há uns anitos atrás!

Graça Pimentel disse...

anónimo
Esse Gm deixou-me intrigadíssima. Um anónimo que o não é mas que eu não descobri quem seja... Como dizia a minha filha mais nova, quando era miúda, "curioso-me"...

Já agora, o almoço e o jantar estavam excelentes (incluindo as sobremesas que eu fiz)...

O meu reencontro "real" com a canalha é quarta-feira. Nosso Senhor me ajude.

Graça Pimentel disse...

mfc
Há uns bons anitos atrás...

mdsol disse...

Como dizia o outro já citado acima: nada se perde, tudo se transforma! e Só tu para saberes ilustrar tão bem umas palavras desta "sabedoria"
beijinhos

Graça Pimentel disse...

mdsol
Agora a transformação que eu quero é outra. Quero perder esta vida em que transformação a minha profissão. Quero ser gente e tratada como tal.
Oxalá a reforma não demore muito...

Beijinho de pré-reformada