18 junho 2009

Pintando (no) (o) jardim

Mais um Festival Internacional de Jardins e mais uma ida minha a Ponte de Lima Cuja Câmara merece todo o meu apreço pela cidade linda que mantém restaurada e limpa. Um exemplo para qualquer autarca.
Este ano o tema é "As Artes no Jardim". Confesso que, relativamente aos anos anteriores, acho que, este ano, há alguns jardins menos bem conseguidos. Vou deixar aqui alguns começando por aqueles que mais apreciei.
Começo pelo Jardim "Pintando (no) (o) jardim".

"A associação da arte ao jardim foi feita, neste caso, através da pintura. As telas brancas, representadas sob a forma de roupa estendida que atravessam um qualquer jardim, servem de suporte à paleta de cores e à criatividade do artista.
Inicia-se o processo criativo… Mas eis que o pintor se deixa inebriar e absorver pelos sons, pelos aromas, pelas formas, pelas brisas e mergulha na paisagem. O pigmento, originalmente contido na tela, liberta-se, transborda sobre os canteiros e invade-os de arte e de cor – a arte pictórica emerge em talhões de cores coloridas.
Da pintura NO jardim, surge a pintura DO jardim."

(Texto retirado do catálogo do Festival)



4 comentários:

Tinta Azul disse...

Repito o que disse no comentário do post acima.

Beijinhos

Graça Pimentel disse...

Tinta Azul
E eu aproveito para te dar outro beijinho dos grandes.

Dani (ela) disse...

queria um jardim assim, e lençóis assim para 'me expor' neles.

bjim :)

Graça Pimentel disse...

Dani(ela)
Qque saudades, Dani(ela)! Sê bem vinda a esta casa que fica do lado de lá do mar...
Se tiveres espaço podes ter um jardim assim. Eu, num apartamento, não tenho qualquer hipótese.

Um beijo amigo e boas férias (será que aí esta época é de férias?!)