19 fevereiro 2009

Descanso no lago

8 comentários:

mfc disse...

São extremamente elegantes... e transmitem paz!

Gaivota Maria disse...

andaste a passear no parque da cidade... Que inveja. Um abraço

Pulsante disse...

Minha Distintíssima Senhora,

Tombei!
Tombei literalmente de costas ao perceber que Vossa Excelência percebeu no meu “há que ser Pio”, uma manifestação subliminar da minha devoção à Causa.
É extraordinário como nós nos reconhecemos…basta um ligeiro aflorar, uma simples alusão, mesmo que disfarçada, e pronto...
Mais não direi…há por aí muito plebeu metediço, muito neto de sinaleiro (por sua vez filho do nosso saudoso Dom Simão), muito parente do Buíça a navegar pela blogosfera a imaginar que é capitão de nau, que pode perceber que nesta nossa feliz descoberta mútua pode emergir uma associação revolucionária, o que apesar de falso não deixaria de nos acarretar alguns dissabores de todo inconvenientes. É que essa gentalha ainda não está satisfeita…para eles todos os dias seriam 05 de Outubro!!!
Que pena o “Arreda” já não circular…uns bons atropelamentos fazem muita falta.

Despeço-me, destapando-me, um quarto-curvando-me (mais do que isso não e não é por desfeita, mas ainda quebro a ponta do florete) , prestando-lhe as minhas homenagens.

Um seu criado.

PS Vou tentar enxugar as lágrimas de felicidade que escorrem em gotículas contínuas desde o momento em que percebi o que em epígrafe já disse que tinha percebido.

Graça Pimentel disse...

mfc
Foi essa paz que eu fui procurar no Parque da Cidade, apesar de dois netos e uma bola...

Beijo

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
Desculpa por todas as vezes que te faço cometer o pecado da inveja...

Beijinho

Graça Pimentel disse...

Digníssimo Senhor Pulsante

É sempre gratificante uma alusão à nossa sagacidade em ler, nas entrelinhas, o que vai na alma do outro. Mais ainda por ver que Vossa Excelência é uma pessoa sensível por cujo rosto correram gotículas de H2O com cloreto de sódio. Peço-lhe mil perdões e disponibilizo os lenços bordados do meu bragal para enxugar as suas lágrimas. Nos dias de hoje, é um bálsamo para a alma saber que ainda há cavalheiros como o Distinto Senhor. A ideia de poder emergir, da nossa feliz descoberta, uma associação revolucionária, agrada-me de sobremaneira. Talvez pudesse resolver-se a crise deste país desde a económica à dos “casos” freeportianos. Tanto dinheiro que se gasta na Justiça quando todos sabemos como vai acabar e quantos vão ser indemnizados! Mas não me alongo… Há, realmente, que ter cuidado com os membros da Associação do Registo Civil e do Livre Pensamento por onde andaram os executores do nosso Rei.
Para uma pensionista, como eu, todos os dias são 5 de Outubro… Eu fugi de atitudes ditatoriais e pouco inteligentes que me rodearam como o mar e o ar rodeiam uma ilha. Reconheço as minhas fraquezas e uma delas é a dificuldade em lidar com a burrice. Essa a razão porque, também, não tenho serviçais. “Arreda” que são burros…

Estendo-lhe a minha branca mão para que curvado (cuidado com o florete…) a possa oscular.

Os meus mais respeitosos cumprimentos extensíveis à Senhora sua Esposa (dizer esta palavra é-me penoso mas noblesse oblige…)

Tinta Azul disse...

Uma beleza estas fotografias.


E pronto...rendo-me aos comentários de Vossas Excelências.

:)

Graça Pimentel disse...

Tinta Azul
O Excelentíssimo Comendador Pulsante, diz sempre tudo. E bem!

Beijinho