05 maio 2009

Amanhã

O Menino Grande

Também eu, também eu,
joguei às escondidas, fiz baloiços,
tive bolas, berlindes, papagaios,
automóveis de corda, cavalinhos...

Depois cresci,
tornei-me do tamanho que hoje tenho;
os brinquedos perdi-os, os meus bibes
deixaram de servir-me.
Mas nem tudo se foi:
ficou-me,
dos tempos de menino
esta alegria ingénua
perante as coisas novas
e esta vontade de brincar.

Vida!,
não me venhas roubar o meu tesoiro:
não te importes que eu ria,
que eu salte como dantes.
E se eu riscar os muros
ou quebrar algum vidro
ralha, ralha comigo, mas de manso...

(Eu tinha um bibe azul...
Tinha berlindes,
tinha bolas, cavalos, papagaios...
A minha Mãe ralhava assim como quem beija...
E quantas vezes eu, só pra ouvi-la
ralhar, parti os vidros da janela
e desenhei bonecos na parede...)

Vida!, ralha também,
ralha, se eu te fizer maldades, mas de manso,
como se fosse ainda a minha Mãe...

(Sebastião da Gama)

As meninas, que com dez anos entraram comigo para o Instituto de Odivelas e comigo viveram vinte e quatro horas por dia durante cinco anos, são hoje meninas grandes. Comigo brincaram, comigo estudaram, comigo sentiram a falta da casa, dos pais, dos irmãos.
A vida separou-nos mas em Dezembro reencontrámo-nos. Nem tudo se foi: ficou-nos,dos tempos de meninas, esta alegria ingénua perante as coisas novas e esta vontade de brincar. Ficou a amizade. Incólume.
Três delas vêm amanhã passar uns dias comigo. Vão abandonar o Sul para virem conhecer o meu Porto.
Vamos rir, saltar, riscar os muros ou quebrar algum vidro… Vamos (re)viver.

12 comentários:

Mitó disse...

Querida Gracinha !

A vida nem sempre nos ralhou de mansinho, mas não nos tirou a vontade de rir, saltar, ou partir algum vidro ...
Vamos divertir-nos e também falar de coisas sérias, é isso que é a amizade !
Um grande beijo de uma das meninas que já está de mala feita, ansiosa pelo dia de amanhã ...

Graça Pimentel disse...

Mitó
A nossa vida até nos berrou bastante mas... isso é passado. Vamos aproveitar estes dias a 100%.
Já sei que as outras duas também têm a mala feita.
Daqui a pouco estou a abrir-vos a porta...

Beijinho de até já

mdsol disse...

Que bommmmmmmm

Sabes que tenho uma história parecida! Por isso acho que entendo tão bem o que sentes. Divirtam-se muiiiiiiiiito! E sejam meninas, muito, muito.
beijinhos para todas ora pois!
:))

Graça Pimentel disse...

mdsol
Obrigada, Amiga. Entendes-me...
Vamos fazer tudo para passar uns dias inesquecíveis. Amanhã começamos com uma ida ao Castro de São Lourenço. A magnífica vista lá de cima precisa de um dia lindo e amanhã temo-lo.

Beijinho

Gaivota Maria disse...

Em resumo: vais catraiar. Bom fim de semana

heretico disse...

muito bem. imagino
... rss

beijos

mfc disse...

Vai e vive... e sorri e volta a sorrir.
Passa um óptimo dia.

Anónimo disse...

Inveja,claro,esquecida sem dúvida.Porque julga que tem havido esta variação de tempo?É o ventinho que anda descontente e vai daí manda uns sinais mas mesmo assim fica aqui para um canto.

O VENTO enquanto espera vai soprando frio

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
Catraiámos que nos fartámos...
Foi um delírio.

beijinho

Graça Pimentel disse...

heretico
Não imaginas mesmo. Isto de continuar as brincadeiras interrompidas há décadas é giríssimo.

beijo

Graça Pimentel disse...

mfc
Não foi um dia. Foram quatro. Muito bem vividos, com sorrisos e gargalhadas.
Valeu tudo...

beijinho

Graça Pimentel disse...

ventinho
Aceito o "raspanete" justo. Vou ligar-lhe para lhe contar os porquês deste meu silêncio. Já vou tarde porque agora mandou o vento acompanhado de chuva mas nada me vai impedir de lhe ligar e marcar um encontro.
A amizade mantém-se incólume...

Beijinho grande