05 dezembro 2009

O dia de Haydn

Cheguei da Casa da Música com o corpo leve e a alma cheia. As minhas assinaturas de Piano e ONP ao sábado, 2009, estão a acabar. Hoje fui ver um concerto divino pela Orquestra Nacional do Porto.
Obras de Joseph Haydh e Arvo Part que me encantaram.


6 comentários:

Gaivota Maria disse...

Gostava de ter a tua coragem de sair de casa com este tempo. Só mesmo a música o explica. Bjinho

JOSÉ MODESTO disse...

Este meu post nada tem a vêr com a sua noticia.
Em todo caso e como Matosinhense:
Ainda recentemente tive a oportunidade de estar numa grande cidade Europeia Amsterdam .
Única em tudo, surpreendeu-me a excelente rede de transportes públicos.
Assim, gostaria de lançar este repto:
Será que a nossa cidade, Matosinhos, sim aquela plantada á beira Mar
possui uma boa rede de transportes públicos?

Saudações Marítimas
José Modesto

mfc disse...

Gosto da forma feliz com que nos contas aquilo de que gostas.

Graça Pimentel disse...

Gaivota Maria
Foi só descer à garagem, meter-me no carro, ir até ao parque da Casa da Música e subir. No fim fiz exactamente o contrário.
Costumo jantar com uns amigos depois do concerto mas, desta vez, não me apeteceu apanhar chuva e vento. Vim directa à garagem.
Como vês a coragem foi pouca.

Beijinho

Graça Pimentel disse...

José Modesto
Boa pergunta. A resposta pode ser dada pelo parque de estacionamento da estação do Metro da Senhora da Hors. Numa estação onde chegam 4 linhas que seguem para o Estádio do Dragão, há um parque de estacionamento para meia dúzia de carros. A falta de estacionamento é um grande incentivo à não utilização do Metro. Perfeitamente inadmissível e já justificou muita correspondência de mails entre eu própria e a Câmara de Matosinhos.

Um abraço

Graça Pimentel disse...

mfc
Que bem me souberam as tuas palavras. Se os outros acham que eu sou transparente, eu fico feliz.

beijo