17 julho 2008

Et pourtant elle tourne!

A frase de Galileu Galilei (1564 – 1642), “No entanto ela move-se”, foi muito bem escolhida para o título deste jardim.
Quando se discute a temática da energia, esquecemo-nos sempre do nosso primeiro combustível – os alimentos. Eles crescem apenas com a terra, o ar, a água e um pouco da nossa energia – uma volta de bicicleta! É essa energia que rega a horta lúdica. A Terra move-se e nós movemo-nos com ela.
Este jardim desenvolve-se à volta de uma roda perpétua e um prato que enche… O carrossel com a bicicleta, que possui um engraçado guarda-sol, alimenta o circuito de rega do jardim. A nossa energia, ao pedalar na bicicleta, acciona a bomba que tira a água para a rega dos alimentos que constituem a nossa primeira energia.
É um convite a trabalhar com a Terra e não contra a Terra.

2 comentários:

mdsol disse...

Oh gp:
Esta tua série de posts é brilhante. Por tudo. Porque as imagens são muito bonitas, porque contas bem as coisas e porque o que contas tem tanto, mas tanto interesse.
Parabéns menina gp
:)

Graça Pimentel disse...

Obrigada, mdsol, pelas tuas palavras. Limito-me a transmitir, por imagens e palavras, o que vi e aprendi e que também considero muitíssimo interessante.

Um bom domingo